fernandosoares_13-03-2020

Edições anteriores

ESTANTES COM POEMAS

 

 

Fotos: Gabriel Santos

Agitada e concorridíssima a noite cultural de terça-feira na Academia Sul-Mato-Grossense de Letras. O lançamento de “Vertentes – Nossos Poemas” atraiu a nata da intelectualidade. Com a chancela da Editora Life, o livro de Ileides Muller, Rubênio Marcelo, Henrique Alberto de Medeiros Filho, Elizabeth Fonseca e Guimarães Rocha contém textos saborosos e de criativos recursos vernaculares. Ana Maria Bernardelli foi a mediadora da mesa redonda literária. Confira alguns flashes...

 

Os escritores, Ileides Muller e Rubênio Marcelo

 

O advogado criminalista Manoel Lacerda e a esposa, Cleide Salvador

 

As escritoras, Lenilde Ramos e Raquel Naveira

 

O presidente da Academia de Letras de MS, Henrique Medeiros, e a escritora Elizabeth Fonseca

 

Os escritores, Guimarães Rocha e Valmir Corrêa

 

O casal, Maria Aparecida Nazareno e o empresário Jânio Arakaki

 

O escritor e sociólogo Paulo Cabral e o secretário de governo da Capital, Antônio Lacerda

 

 

 

DESABAFO
Ontem, numa roda de bate-papo entre vários produtores rurais, dentre eles dois grande plantadores de soja, surgiu um reconhecimento dizendo que foi no governo Lula que conseguiram comprar maquinários com a melhor taxa de juros ao ano e único governo a abrir linha de crédito com força para o setor. As maquinas adquiridas já estão ficando velhas e não estão conseguindo mais juros baixos.
 

NO GRAMPO
A ex-toda-poderosa Maria Aparecida Salmazo, seu genro e uma empresa de fachada, estão condenados pela Justiça. Fizeram milionários desfalques no caixa da Organização Mundial Pré-Escolar. A distinta senhora Salmazo e seu genro foram condenadas a devolver mais de R$ 4,7 milhões. Espera-se que os órgãos de repressão e Judiciário cheguem às demais arapucas montadas em outras instituições. Vivaldinos da mesma fita continuam operando. Compras de remédio, alimentos e vestuários precisam passar por um pente finíssimo.
 

REDE AMIGA
O pessoal que levou Ronaldinho ao Paraguai tem boas e prósperas relações com Mato Grosso do Sul. Apostadores e revendedores sabem disso, de acordo com o que já vem sendo investigado há um bom tempo por autoridades do vizinho país.
 

EMBALOS
Hoje, no Batholomeu, tem a dupla sertaneja Allan Fiori & Sávio, dois jovens cantores que vem fazendo o maior sucesso com a música “Desculpa Safadão”. Vários outros convidados subirão ao palco para animar a noite, como as duplas Victor & Marco, Davi Lescano, Edson & Ruan, Filhos de Campo Grande, Alê & Oziel, Matheus Zanet e Larissa & Mariana. Começa às 23 horas e vai até o clarear do dia.
 

ATERRADOR
Todos os dias têm notícia de uma mulher morta ou ferida por agressões que, em sua maioria, são praticadas por parceiros, familiares, amigos ou conhecidos. E são casos brutais, como o de Porto Murtinho. Em julho passado, o gerente de uma pousada, como “prova de amor” a sua namorada, uma professora, matou, queimou e jogou no Rio Paraguai as cinzas de uma servidora pública de 27 anos. Por motivos fúteis.

 

JUNTO E MISTURADO
O deputado estadual Capitão Contar (PSL) lidera movimento para reforçar as manifestações convocadas para o próximo domingo. Ele diz ser contra o “toma lá, dá cá” no Congresso, porém sabe que se estiver enfileirado no meio de quem vai às ruas pedir fechamento do Judiciário e do Legislativo pode ser denunciado por quebra de decoro ou atentado à ordem democrática e ao estado de Direito.
 

JUNTO E MISTURADO II
Enquanto prepara a farda bolsonarista para ir às ruas, o Capítão Contar vibra com a promulgação de uma lei de sua autoria, instituindo a Semana Estadual de Combate à Violência Obstétrica em Mato Grosso do Sul, de 23 a 29 de outubro. É reivindicação da agenda feminista e refere-se às agressões e desrespeito que gestantes sofrem quando em trabalho de parto, no pré e no pós-natal.

 

SEXTA-FEIRA, 13
 Vamos aos fatos ou lendas para o dia de hoje, como queiram. "Por norma, as sextas-feiras, 13 ocorrem sempre que o primeiro dia do mês é um domingo. Existem muitas histórias e lendas que tentam justificar como surgiu o misticismo ao redor desta data. Muitas pessoas consideram o número 13 como um símbolo de sorte, no entanto, a “sexta feira, 13” ficou marcada como um dia de “maus agouros” e acontecimentos negativos. Uma das hipóteses, de acordo com o cristianismo, diz que a sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado, sendo que na sua última ceia estavam 13 pessoas sentadas à mesa. Existem versões mais antigas de duas lendas da mitologia nórdica, onde, em uma delas, conta-se que houve um banquete oferecido pelo deus Odin e 12 deuses foram convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, não estava entre os convidados e ficou muito irado por isso. Após aparecer na festa, uma grande luta foi travada, findando com a morte da deusa Balder, que era muito amada pelos outros deuses. A partir desta história, veio a crença de que convidar 13 pessoas para um jantar era desgraça na certa. Segundo outra lenda, a deusa do amor e da beleza para os nórdicos era Friga (que originou os termos friadagr e friday, que significam “sexta-feira” na língua escandinava e em inglês, respectivamente), e quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, a lenda transformou a deusa em bruxa e, como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas-feiras com outras 11 bruxas e o demônio, totalizando 13 integrantes que ficavam rogando pragas aos seres humanos.

 

NA GLOBO
Comentada e elogiadíssima a presença do infectologista Jamal Suleiman no Jornal Hoje, da TV Globo. O médico aquidauanense deu orientações e conselhos para a prevenção ao coronavírus. Suleiman pertence ao quadro clínico do Instituto Emílio Ribas, de São Paulo.
 

FATOR GESTÃO
De Eduardo Corrêa Riedel, secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica: “Nossa trajetória determinada para chegarmos até aqui, com resultados satisfatórios, demonstra que foi preciso muito mais do que boa-vontade. Foram necessárias coragem e convicção para fazer aquilo que precisava ser feito, impondo um novo modelo de gestão”.
 

LEVIANDADES
Parece mesmo que Jair Bolsonaro ainda não se deu conta do que é dirigir um País. Na segunda, 9, em Miami, afirmou em uma palestra ter provas de que se não houvesse fraude teria liquidado as eleições de 2018 no primeiro turno. No dia seguinte, questionado pelos repórteres a mostrar essas provas, desconversou e saiu pela tangente, com novas ilações genéricas e acusações à imprensa.
 

PENSAMENTO DO DIA
“Chega um dia em que se o homem não deixar tudo para trás não vai para a frente”.
 

NA LEMBRANÇA
O cantor punk e apresentador de TV João Gordo nasceu em 13 de março de 1964, em São Paulo. Na pia de batismo, recebeu o nome de João Francisco Benedan, mas foi como líder do grupo Ratos de Porão que se notabilizou pelo estilo irreverente, brincando até com suas próprias características, como mostra esta frase: "Não me abaixo nem para pegar dinheiro. Sou o maior preguiçoso do universo".