fernandosoares_15-03-2018

Edições anteriores

Fotos: Gabriel Santos

Celínia e o marido, empresário Geraldo Maiolino

 

A médica Lilian e o marido, administrador, Marcos Pereira

 

A médica Ana Carolina e o advogado Daniel Ribas

 

Daiane e o diretor dos Hospitais Cassems, Flávio Stival

 

A fisioterapeuta Fátima Caseiro e o médico José Luiz Mikimba

 

A empresária Jane Molinar de Castro e o marido, engenheiro, José de Castro Neto

 

A advogada Marli Brandão e Helena Bacchi

 

VAMOS?
 Pecuaristas de todos os Estados estarão em Brasília, no próximo dia 04 de abril, para questionar no Congresso Nacional o Funrural, imposto que incide em tudo aquilo que se produz numa fazenda. As pessoas físicas, terão alíquota de 1,05 %, e as pessoas jurídicas, alíquota de 2,85%, sem falar, ainda, que o governo federal está imputando uma conta dos últimos 5 anos.

 

NA MARRA
Aquela decisão dada em dezembro, pelo Ministro do STF, Gilmar Mendes, que proibiu a condução coercitiva de investigados para interrogatório em todo país, está sendo questionada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Para ela, a decisão é necessária para dar agilidade e segurança à investigação criminal, sendo inconstitucional negar ao magistrado os meios para restaurar a ordem jurídica violada pela prática de crimes.
 

BOLA DA VEZ
Falam nos corredores políticos que Marquinhos Trad, pela performance com que vem conduzindo Campo Grande, como gestor público, e por ser diferenciado em sua conduta, é o nome mais cotado para o governo, daqui a 4 anos.
 

VALE OURO
Uma das maiores expressões políticas de Dourados, o ex-prefeito Murilo Zauith aguarda as finalizações das composições partidárias para decidir que rumo tomar. Convites não lhe faltam para disputar o Senado ou, até, de ser um vice-governador.
 

ELA NO COMANDO
A nova substituta de Vladimir Struck na superintendência regional do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) é a advogada Viviane Lopes, esposa do delegado de Polícia Civil e professor universitário, Fernando Lopes, de Mato Grosso do Sul. Já assumiu prometendo ‘desafogar’ o déficit de emissão de carteiras de trabalho em alguns municípios do estado.

 

CURTO E GROSSO
Wilton Acosta, presidente regional do PRB-MS, dá o recado: a candidatura do senador Pedro Chaves à reeleição é imexível. Diretor-presidente da Funtrab (Fundação do Trabalho) e pré-candidato a deputado federal, Acosta assinou recentemente a ficha de filiação de Chaves. E ao ouvir ilações sobre negociações para mudar essa direção, o dirigente falou duro e até disse que, se for preciso, deixa o governo para manter o compromisso. Frase dele, Wilton, nas redes sociais: “É infinitamente mais fácil deixarmos o governo do que abrir mão do nosso projeto”.
 

RASGAÇÃO
Na Câmara Municipal de Campo Grande, manifestantes do MBL (organização de extrema direita) tentaram tumultuar uma roda de debates, que tinha no centro das atenções a professora Márcia Tiburi. Vaias e palavras ofensivas desferidas pelo MBL foram devolvidas no mesmo tom por militantes do PT. Só não ficou pior porque o pessoal do “deixa disso” foi eficiente.
 

PREMIADAS
As aplaudidas poetisas e escritoras Ana Maria Bernardelli e Delasnieve Dáspet empanturraram-se de abraços, mimos e celebrações, por conta da bela homenagem que receberam na Livraria Le Parole. Foi reconhecimento da Câmara Municipal durante a celebração alusiva ao Dia da Mulher. O vereador Eduardo Romero fez a indicação. E, assim, ambas recolheram mais uma premiação para sua sortida galeria.
 

PARÂMETRO
 O Parque de Exposições Laucídio Coelho será, no próximo dia 19, um bom medidor para quem quiser testar o alcance político e eleitoral da pré-candidatura do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira. Ele é o principal convidado para o grande ato de lançamento do Podemos, um dos novos partidos nacionais que se instalam em Mato Grosso do Sul. Comenta-se que o volume de gente vai deixar gregos e troianos muito impressionados.

 

SERÁ?
Há quem garanta que uma dúvida cruel vem assaltando alguns candidatos ao governo, nas últimas semanas. E parece que se trata de uma leve impressão sobre possíveis debandadas de aliados importantes, que estariam com um pé dentro de outra canoa.
 

FINALMENTE
Depois de muito imbróglio, o resultado: o Senado aprovou o acordo de céus abertos entre Brasil e os Estados Unidos, que já havia tramitado na Câmara dos Deputados, em dezembro de 2017. A decisão permitirá uma ampliação dos voos dos EUA para o Brasil e vice-versa. Com isso, não há mais o limite atual de 301 operações semanais (mas as companhias da terra do Tio Sam continuam proibidas de operar voos domésticos no Brasil). O relator da matéria, Antonio Anastasia (PSDB-MG), acredita que o tratado deverá incrementar o turismo e a economia em ambas as partes. Esse acordo havia sido assinado em 2011, ainda no governo da ex-presidente Dilma Rousseff.
 

NA LEMBRANÇA
O sociólogo Gilberto de Melo Freire nasceu em 15 de março de 1900, em Recife. Autor de Casa Grande e Senzala, escrito em 1933, ele se notabilizou como o pai da moderna sociologia brasileira, por sua defesa das contribuições de negros e índios para a formação cultural do País. Antes de morrer, aos 87 anos, ele disse uma frase que resume a sua luta: "A discriminação contra o negro é uma discriminação contra homens que não foram educados para ser cidadãos brasileiros".