fernandosoares_22-08-2018

Edições anteriores

FLASHES DO CASAMENTO DE HELENA

E PEDRO JOÃO ZAHRAN TURQUETO

 

 

Fotos: Gabriel Santos

Patrícia e o empresário Pedro Cascales, de Buenos Aires

 

Maria Eduarda e os pais, Zilmar e Beni Malatte

 

O empresário Gabriel Zahran Georges e os advogados, Guilherme Peloia e Renato Stanley

 

O diretor-executivo da Copagaz, Leonardo, e Karla Barbosa Zahran

 

O casal, Delcídio e Maika do Amaral

 

O embaixador brasileiro Alexandre Vidal Porto e o jornalista e escritor americano Michael Barone

 

Patrícia e o executivo da TV Morena, Nicomedes Silva

 

O empresário Guilherme e Fernanda Zahran

 

 

 

ÁSIA SEDUTORA
Em giro por terras asiáticas, Daiane Tamanaha aventura-se nas variadas atrações que aqueles países oferecem, especialmente os mistérios e as coisas inusitadas. Em Bangkok, na Tailândia, a elétrica comunicadora fez de quase tudo nos poucos dias de andanças, desde percorrer um floating market - o mercado flutuante - deliciar-se com a incrível massagem tailandesa e conhecer alguns pratos exóticos. Depois da Tailândia, a irrequieta Daiane bateu asas e voou para o Vietnã.
 

GERAÇÕES
Reencontros com marcas afetivas profundas são antológicos, como ocorreu há poucos dias em concorrido evento, que teve como inspirador o Movimento Estudantil Daclobiano. Isso mesmo: Jaceguara Dantas e Laírson Palermo, lideranças que nos anos 1970-80 faziam a agitação política dos acadêmicos da extinta FUCMT, avistaram-se com representantes da nova diretoria do Diretório Acadêmico Clóvis Bevilacqua (Daclobe), que tem à frente o estudante Arthur Vasquez.
 

CASA JAPONESA
Jorge Gonda, o presidente da Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira de Campo Grande, comandou a prestigiadíssima festa do 34° Bon Odori, que faz parte das comemorações do aniversário da capital.
 

NO FÍGADO
Queiram ou não seus inimigos e detratores, o ex-presidente Lula ganhou da Organização das Nações Unidas uma espécie de aval ao direito de ser candidato, até que se esgotem todos os seus graus de recurso contra a sentença que o condenou e o enviou à prisão. O Comitê de Defesa dos Direitos Humanos da ONU, ao contrário do que propagam inconformados e néscios antilulistas, tem absoluta e reconhecida legitimidade como foro internacional para fazer esse tipo de intervenção, embora, o que o Comité disse, não é a posição oficial da ONU. Não é ingerência em assuntos internos do País. É uma atribuição juridicamente consolidada no escopo institucional da ONU, que versa sobre garantias individuais e coletivas de pessoas de todo o mundo.
 

PRESENÇA
Daynler Mains Leonel, assessor da Prefeitura de Três Lagoas, e a deslumbrante Cláudia Dantas, prestigiaram a posse da diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária (Famasul). Com ele, o abraço e a mensagem positiva do prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) para o novo período administrativo da entidade.
 

PRESENÇA (II)!
Domingo, o São Paulo derrotou a Chapecoense por 2 a 0, e sagrou-se campeão do 1º turno do Campeonato Brasileiro, alegrando sua imensa torcida em Campo Grande, que foi à subsede da Independente para assistir ao confronto, pelo telão. Na ciranda das emoções, uma bem especial tocou o deputado estadual Paulo Siufi (MDB). E foi marcante: a torcida prestou homenagem ao filho do parlamentar, Paulinho Siufi Jr, que morreu em 28 de abril de 2016, em acidente automobilístico na BR-163. Tinha 21 anos de idade. Mais um jeito de manter viva e acesa a presença de quem apenas deixou a vida efêmera da matéria.

 

REENCONTRO
O incansável Lúcio Flávio Sunakozawa, em suas andanças de trabalho ou em busca de novos ares e conhecimentos, vez por outra tem a grata surpresa de rever e matar as saudades de amizades. Foi o que acabou de acontecer quando, no ambiente acadêmico de doutorado na USP, avistou emocionado a doutora Giselda Novaes Hironaka, a sua ex-professora de Direito Agrário, sua primeira especialização. Sobraram saudações emocionadas entre ambos. Giselda Hironaka é titular da cadeira de Direito Civil, naquela universidade paulista.
 

BICHOS & GENTE
Não é somente nas estradas pantaneiras e de outras regiões povoadas por numerosa e variada fauna. Também nas cidades se impõe aos humanos o máximo de cuidado para evitar acidentes ou ataques, de parte a parte, para que pessoas e animais tenham seu direito à vida preservado. Em Corumbá, de répteis a felinos, já é comum aparecerem espécies selvagens na área urbana ou em comunidades rurais.
 

BICHOS & GENTE (II)
Na semana passada, um filhote de onça pintada foi capturado no pátio de uma escola rural de Corumbá. Com menos de dois anos de idade, e metade dos 70 kg que deveria pesar, o felino foi transportado para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), em Campo Grande. Segundo a coordenadora do Centro, a bióloga Nara Pontes, a recuperação é bem gradual, mas progressiva. Quem resgatou a pintada foi uma equipe da Faculdade de Medicina e Veterinária da Universidade Federal (UFMS).

 

Divulgação

 

 

 

PASSOS & PASSOS
Na segunda-feira, durante intervalo do seminário "Elas por Elas", em Brasília, a presidenta do STF, Cármen Lúcia, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, cantaram e sambaram com Alcione o sucesso "Não deixe o Samba Morrer". Antes da sessão "salão de dança", com a Marrom, um sul-mato-grossense ilustre também deu seus passos, em direção das duas autoridades femininas, para levar a elas um abraço de seu Estado. Sim, o chefe da Procuradoria-Geral de Mato Grosso do Sul, Paulo Cezar Passos, provou sintonia com o bom-humor e o espírito republicano do ambiente em que operam.

 

RENOVADOS
Carlos Roberto de Marchi, o Neno, um dos mais competentes assessores técnicos do Tribunal de Contas (TCE-MS), saracoteia feliz no enlevo com Adria Paula. É data especial o 21 de agosto, para um casal que festeja 28 anos de... reencontro. Uau!
 

PENSAMENTO DO DIA
“Se você olhar para a lua, verá a beleza de Deus. Se você olhar para o sol, verá o poder de Deus, se você olhar para o espelho, verá a melhor criação de Deus. Então, acredite em si mesmo”.
 

NA LEMBRANÇA
Como esquecer de JK? Há 42 anos, um acidente na Via Dutra, em Rezende (RJ), causou a morte do maior presidente da história do Brasil. Juscelino Kubitschek de Oliveira tinha, à época, 73 anos e deixou um legado de modernização deste País, expresso pelo lema "50 anos em cinco", que norteou seu período nos Palácios do Catete, Catetinho e do Planalto, entre 31 de janeiro de 1956 e 31 de janeiro de 1961. O construtor de Brasília deixou muitas frases em sua vida, das quais pinçamos esta: "A técnica é uma conquista do homem, pois representa o domínio da inteligência sobre as coisas".