fernandosoares_07-08-2018

Edições anteriores

JANTAR PODEROSO

   

Fotos: Gabriel Santos

O presidente da AMAMSUL, Fernando Cury, abriu as portas do salão de festas da entidade, no Jardim Montevideo, no último dia 27 de julho, para o jantar comemorativo dos 40 anos da entidade. Noite poderosa, prestigiadíssima e perfeita nos mínimos detalhes. A começar pelos convidados de cuja lista fizeram parte personalidades do primeiro escalão do Superior Tribunal de Justiça, como o vice-presidente, ministro Humberto Martins, e próximo corregedor do CNJ, o governador Reinaldo Azambuja e o presidente do Tribunal de Justiça, Divoncir Maran, e outros tantos estrelados do chamado quarto poder, circularam por lá, o presidente da AMB, Jayme de Oliveira, e quase todos os ex-presidentes da Amamsul. A juíza federal Militar da União, Safira Maria de Figueiredo, de Brasília, e que por muitos anos residiu em Campo Grande, foi muito cumprimentada pela visita a nossa Capital, cidade onde tem muitos amigos. Junto com outros também importantes convidados, eles aproveitaram o momento de confraternização, trocaram ideias, enquanto se deliciavam com o jantar do irretocável buffet, assinado pelo Yotedy. Fernando Cury mostrou porque, ao comandar uma entidade que começou com 25 associados e hoje conta com 326 associados, já é considerado dos mais perfeitos anfitriões da nossa Capital. Nesses 40 anos, atuaram como presidentes, Rêmolo Letteriello (1979/1980), Leão Neto do Carmo (1981/1982), Aleixo Paraguassu Netto (1983/1984), José Rizkallah (1985/1986), José Goulart Quirino (1987/1988), João Maria Lós (1987/1988), José Augusto de Souza (1989/1990), Divoncir Schreiner

 

O governador Reinaldo Azambuja e a primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja

 

O desembargador e doutor Ruy Celso Florence e a esposa, empresária Sônia Florence

 

O desembargador Luiz Gonzaga Marques e a esposa, Maria Tereza Marques

 

O senador Pedro Chaves dos Santos Filho e a esposa, Reni dos Santos

 

O desembargador Marcelo Rassalan e a esposa, Simone Vital de Freitas Rasslan

 

O ministro e vice-presidente do STJ, Humberto Martins, e o desembargador e corregedor do TJ-MS, Carlos Eduardo Contar

 

Maran (1991/1992), Rubens Bergonzi Bossay (1993/1994), Sideni Soncini Pimentel (1995/1996), Ruy Celso Barbosa Florence (1997/1998), Francisco Gerardo de Sousa (1999/2000), Luiz Gonzaga Mendes Marques (2001/2002), Marco André Nogueira Hanson (2003/2004), Marcelo Câmara Rasslan (2005/2006), Luiz Antonio Cavassa de Almeida (2007/2008), Dorival Moreira dos Santos (2009/2010), Olivar Augusto Roberti Coneglian (2011/2012), Wilson Leite Corrêa (2013/2014), Luiz Felipe Medeiros Vieira (2015/2016) e Fernando Chemin Cury (2017/2018). Confira nas fotos feitas pela coluna algumas personalidades que passaram pela inesquecível noite...

 

O juiz de Direito e presidente da Amamsul, Fernando Cury, e o advogado Ernesto Borges

 

Viviane Alves e o presidente do TJ-MS, Divoncir Maran

 

Hélen e o juiz auxiliar da presidência do TJ-MS, Luiz Antonio Cavassa De Almeida

 

Regina e o escritor e desembargador aposentado Rêmolo Letteriello

 

A juíza de Direito do Tocantins, Taluana Cabral, a juíza federal Militar da União, Safira Maria de Figueiredo, e a assessora da AMB, Juliana Marques

 

 

 

EIS O QUADRO...
O governador Reinaldo Azambuja recebeu o aval de 14 partidos, para disputar seu 2º mandato. Vem com o ex-prefeito de Dourados, Murilo Zauith (DEM), como vice. A senadora Simone Tebet (MDB) vai mesmo substituir André Puccinelli na disputa, tendo o procurador de Justiça licenciado Sérgio Harfouche (PSC) como vice e o apoio de 7 partidos. O juiz Federal aposentado Odilon de Oliveira fechou com o PRB o nome do bispo de Dourados, Marcos Vitor, para ser seu vice e vem com outros 2 partidos aliados. O PT vem com o candidato ao Governo, Humberto Amaducci, e como vice, Luciene Silva, sem nenhum partido aliado.
 

HOMENAGEM
No 7º Encontro Pantaneiro, iniciativa de um corumbaense - Luiz Alves, o Peão - significativa homenagem foi prestada ao empresário Ueze Elias Zahran. Com esse evento, o organizador diz estar fazendo o reconhecimento dos pantaneiros às pessoas que defendem os interesses da região.
 

MAGNÍFICOS
O magnífico Ballet Isadora Duncan, de Neide Garrido, completou, no domingo, 5, seu laureado 43º aniversário de inestimável contribuição com a arte da dança, em Mato Grosso do Sul. Um orgulho de Campo Grande, reconhecido em todo o Brasil.
 

DÁ CADEIA
Não pagar pensão alimentícia é um dos crimes do qual, no Brasil, dificilmente a pessoa enquadrada escapa da cadeia. No domingo, a Polícia prendeu o baiano Edílson Capetinha, ex-atacante com destacadas passagens por grandes clubes de futebol, como Palmeiras, Corinthians, Flamengo e, até, seleção brasileira. Aposentado do futebol, ele foi preso em um hotel no interior de Santa Catarina, onde participaria de uma partida de veteranos com fins beneficentes. Foi a quarta prisão do ex-jogador.
 

DIRTY GAME
Jogo sujo. É a comparação mais suave a ser relacionada à prática de produzir e espalhar notícias falsas nas redes sociais, como vinha fazendo Tércio Arnaud Ferraz. Empregado como assessor parlamentar de Jair Bolsonaro, na Câmara dos Deputados, o moço recebia salário mensal de R$ 2,1 mil. Em troca, criava fakes e memes violentos contra adversários políticos do presidenciável do PSL.
 

ARRASANTE
 E o que dizer-escrever do Ballet Folklórico Iberoamericano do Paraguay? Um dos mais belos e arrebatadores espetáculos de dança que a América do Sul oferece ao mundo e ao qual os sul-mato-grossenses tiveram o privilégio de assistir, no recente final de semana. Sob a competente e criativa direção da professora e coreógrafa Nancy Cristaldo Salinas, a companhia abrilhantou o II Festival Sulamericano de Folclore em Campo Grande.

 

DOIS É POUCO...
 
Três ou até mais parceiros afetivos vivendo sob o mesmo teto já deixa de ser raridade no Brasil. E Mato Grosso do Sul surfa nessa onda. Esse tipo de relação aberta começa a ganhar reconhecimento jurídico por parte de cartórios que realizam a união poliafetiva. Ainda existe o tabu que faz muitas pessoas esconderem tal escolha. Mas a barreira começa a cair. Em Campo Grande, esta tendência começa a ganhar forma e, em breve, pode virar moda. Isso mesmo: não é nada reduzida a quantidade de gente que adoooora compartilhar seus sonhos e lençóis em trio, quarteto e até quinteto nas noites e madrugadas calientes da Cidade Morena.


AMOR, AMOR...
Vale um livro, uma peça teatral ou um filme a bela e comovente história do casal Andreza Arce e Agnaldo Román. Há quase 500 dias, ele está internado na Santa Casa de Campo Grande, lutando para sobreviver a gravíssimo problema de saúde. E ela, sua amada e companheira, não desgruda dele. É presente e o mantém no foco de orações e da visibilidade geral, compartilhando suas imagens de superação, nas redes sociais, e sempre com manifestações de amor, fé, confiança e incentivo.
 

PRA CAMPEÕES
 E não é que o professor Carlão (Carlos Alberto Rezende) marcou mais um feito de tirar o chapéu? Com medula óssea transplantada, para sobreviver a um câncer no sangue (leucemia), diagnosticado há três anos, depois de correr a São Silvestre e participar de outras competições pedestres, foi a Salt Lake City (EUA) e faturou o 3º lugar na prova de 5 km dos Transplant Games. Impressionante o moço! Viva a vida!


PENSAMENTO DO DIA
“Aprendi que o tempo cura, que mágoa passa, que decepção não mata, que hoje é reflexo de ontem, que os verdadeiros amigos permanecem e que os falsos, graças a Deus, vão embora. Compreendi que as palavras têm força, que o olhar não mente e que viver é aprender com os erros. Aprendi que tudo depende da vontade, que o melhor é ser nós mesmos e que o segredo da vida, é viver!”
 

NA LEMBRANÇA
Há quinze anos, morria o empresário Roberto Marinho. Tinha, então, 98 anos. Jornalista e empresário das comunicações, ergueu, a partir do jornal O Globo, herdado do pai, Irineu Marinho, uma organização que possuía a maior emissora de televisão da América Latina e a terceira do mundo. Era um empresário brilhante, que se definia com uma frase: "Não compro bilhetes. Já ganhei na loteria quando nasci".