fernandosoares_04-08-2018

Edições anteriores

Fotos: Gabriel Santos

Duas feras que fazem a diferença na Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, pela brilhante atuação. O secretário de Justiça e Segurança Pública, Carlos Videira, e o comandante da Polícia Militar de MS, Cel. Waldir Acosta

 

A secretária de Cultura da Capital, Nilde Brun, e a coach Mônica Fernandes Cullmann

 

As empresárias, Ângela Pacheco e Elza Medeiros

 

O industrial Alan César Santin e a esposa, Tati Bérgamo Santim

 

O presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Bruno Wendling, e o vereador da Capital, André Salineiro

 

O empresário Caio Constantino e o advogado Daniel Castro

 

Gente da gente, Regina e o marido, consultor empresarial, Silas Barbosa

 

VÃO VENDO...
O mais empenhado cabo eleitoral da candidatura da senadora Simone Tebet (MDB) ao governo estadual é o pecuarista douradense Celso Dal Lago Rodrigues. Ele é o primeiro suplente de Simone. E se a treslagoense emplacar, vencendo a disputa sucessória, enfim Dourados teria seu primeiro senador ocupando a cadeira titular do Congresso Nacional. O que os adversários acrescentam para pôr tempero nesse enredo é a lembrança de que Dal Lago foi um dos alvos da Operação Uragano, que combateu e investigou esquemas de corrupção na gestão do prefeito Ari Artuzi, que morreu em 2013.

 

SÓ FERAS NO ASSUNTO
O advogado Rodrigo Rodrigues, diretor da Atrea, empresa que organiza inúmeros congressos em nosso Estado, vai trazer, de 3 a 6 de setembro, em Bonito, o maior Congresso Brasileiro de Boas Práticas em Contratos e Compras Públicas. Palestra com os ministros do TCU, Benjamin Zymler, Weder de Oliveira e outras 21 raposas no assunto.
 

BOM, TAMBÉM!
Crise para uns, alegria para outros. As vendas de veículos novos em Campo Grande tiveram aumento de 42,3%, em julho, em comparação ao mesmo período do ano passado. Foram 2.470 veículos vendidos no mês passado, contra 1.735 em julho de 2017. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE) que essa semana revelou o desempenho do setor automotivo no mês de julho e do acumulado de 2018.
 

AGRADECIMENTOS
 Gente, estou emocionado com tantas homenagens, através de publicações, telefonemas e postagens que recebi, ontem, pelo meu niver. Obrigado. Meu coração está em festa.


ENQUANTO DUROU...
O flerte, que começou num programa de tevê, prosperou tanto, que rendeu para o campeão de natação Fernando Xuxa Scherer e a dançarina Sheila Melo, um casamento e uma filha, Brenda, hoje, com cinco anos. O romance do casal, iniciado em 2009, no reality show "A Fazenda", da Record, contou com maciço apoio dos fãs de todo País. Na semana passada, o fim dos oito anos de casamento foi revelado por Sheila nas mídias sociais, com Xuxa fazendo coro. Ambos prometeram continuar amigos.
 

CORDAS E CANTOS
Moacir Lacerda, do Grupo Acaba, é um ente derramado nas artes e nas manifestações mais preciosas do regionalismo universalista. A agenda cultural do moço é uma das mais congestionadas. Só uma pequena amostra das fornadas da semana: Lacerda produziu uma recepção em sua casa, a Jamil Martins e o seu Grupo Violas de São Gonçalo, de Amambai; propagandeou diversos eventos, como o II Festival Cultural do Chamamé (de 19 a 23 de setembro) e o Festival Sul-Americano de Folclore, agora em Campo Grande; e, ainda, divulgou a história de vida e seus encontros com o decano Franquito, um cantor aquidauanense que fez muito sucesso no Brasil, nos anos 1960, e que hoje mora em São Paulo.
 

APOIO NOBRE
Rola a maior ciumeira entre algumas candidaturas que andam torcendo o nariz para o chamado "apoio nobre", que está confirmado no palanque do vereador Chiquinho Telles. Trata-se de Aline Trad, a bela e simpática filha do prefeito Marquinhos Trad (PSD). Ela chega megadisposta a atuar na linha de frente de Telles, candidato a uma vaga de deputado estadual.
 

SUPERAÇÃO E BRILHO
O jovem cineasta campo-grandense Filipi Silveira continua lutando bravamente para superar a dor profunda causada pela morte trágica dos pais, assassinados em julho de 2017. E a perspectiva de tocar a vida adiante, que inclui o apoio de familiares e amigos, além do amor à arte, ganha um substancial reforço: "De Tanto Olhar o Céu, Gastei Meus Olhos", um dos mais recentes curta-metragens que dirigiu, está entre os sete finalistas do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2018. A premiação acontecerá em 18 de setembro, na Cidade das Artes (RJ). Filipi Silveira já é considerado uma das principais revelações da produção cinematográfica brasileira.
 

ENSINO GOLPEADO
Uma grande ameaça à pós-graduação brasileira. É assim que a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), uma fundação vinculada ao Ministério da Educação, define a decisão do governo federal de reduzir drasticamente o teto de investimentos no setor. Com a brutal limitação, acredita-se que, a partir do segundo semestre de 2019, haverá muitos cortes nas bolsas de mestrado, doutorado, pós-doutorado e nos programas de iniciação à docência, residência pedagógica e formação de professores da Educação Básica. Será, praticamente, a pá de cal sobre a pesquisa nacional, fazendo o País retroceder em desenvolvimento, já combalido por cortes anteriores, que limitaram seu campo de atuação.
 

ENSINO GOLPEADO (II)
O Capes teme também outro impacto lamentável dessa tesourada governamental nas bolsas de graduação: os programas de fomento à internacionalização serão esvaziados. Uma forte mobilização está sendo iniciada na tentativa de demover o governo e resgatar, ao menos, parte substancial do teto original estabelecido. O governo tem até o próximo dia 14 para decidir se recua do corte de 11% do orçamento do Ministério da Educação, incluídos os R$ 580 milhões arrancados do Capes. Quase 200 mil bolsistas serão prejudicados, além do próprio País, se o corte for mantido.

 

PENSAMENTO DO DIA
“Aprendi que o tempo cura, que mágoa passa, que decepção não mata, que hoje é reflexo de ontem, que os verdadeiros amigos permanecem e que os falsos, graças a Deus, vão embora. Compreendi que as palavras têm força, que o olhar não mente e que viver é aprender com os erros. Aprendi que tudo depende da vontade, que o melhor é ser nós mesmos e que o segredo da vida é viver”!

 

NA LEMBRANÇA
 O paisagista Roberto Burle Marx completaria, hoje, 109 anos, se vivo estivesse. Paulista de nascimento, descendente de alemães, ele construiu sua carreira no Rio de Janeiro, notabilizando-se pelos seus belos jardins, embora fosse, também, pintor e desenhista. Com esta frase, ele referia-se à sua obra: "Um jardim faz-se de luz e sons – as plantas são coadjuvantes". Burle Marx morreu em 4 de junho de 1994, no Rio de Janeiro.