fernandosoares_17-04-2018

Edições anteriores

DEFESA DAS FRONTEIRAS
Para diagnosticar e trazer soluções para a questão da segurança nas faixas de fronteiras de Mato Grosso do Sul, discutir contramedidas e combater os altos índices de criminalidade, a fim de evitar a continuidade do tráfico de drogas, de armas e do crime organizado, o ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann, virá a Campo Grande a convite do senador Pedro Chaves dos Santos Filho, no mês que vem, debater o assunto na sede da OAB-MS, com todas as autoridades do Estado.
 

TORTURA
O delegado de Polícia Civil, Fábio Peró, lotado hoje no Garras, acaba de retornar do curso de Operações Táticas Especiais, que aconteceu em Teresina - PI. Foram 60 dias de cursos, com 92 inscritos. Desses, somente 16 conseguiram se formar, dos quais, 2 eram delegados. Fábio, no decorrer do curso, perdeu 7 quilos, e é o primeiro delegado de Mato Grosso do Sul a ter as técnicas.
 

ELETRÔNICO
Quem foi ver na Expogrande o DJ Alok, na sexta-feira, precisou de muita paciência. O Dj só pousou em Campo Grande às 03h40 da manhã e seu show começou por volta das 04h. Ele vinha de outros dois shows. Mesmo assim, quem esperou não se arrependeu. Alok não deixou ninguém parado com o set selecionado do DJ número 1 do Brasil.
 

SEQUÊNCIA
Falando em Expogrande, o próximo evento que o presidente da Acrissul, Jonatan Barbosa, promoverá em parceria com Duts Promoções, do empresário Eduardo Maluf, será em agosto, com a Expo MS. A dupla Jorge & Mateus já está confirmada como uma das atrações do evento. A ideia é fazer a festa próximo ao aniversário de Campo Grande, para emendar com os festejos da Capital.


IMPACTO
Depois de passar por Campo Grande, onde proferiu palestra, Marcos Piangers, autor do best seller “O papai é pop”, que vendeu 200 mil exemplares no Brasil, Portugal, Espanha, Inglaterra e Estados Unidos, foi descansar no paradisíaco resort Zagaia, em Bonito, soltando rasgado elogios para seus três milhões de fãs no facebook.
 

AS CINCO MAIS DA POESIA
A presença da mulher na literatura está mais forte do que nunca. Temos, hoje, 5 poetisas vivas, que estão fazendo uma excelente contribuição para nossa literatura nacional. Entre elas, podemos citar a mineira Conceição Evaristo, de Belo Horizonte, que através da poesia discute a importância do negro na sociedade. Já Adélia Prado, de Divinópolis (MG), também é outra premiada poetisa que enaltece com seus poemas o papel da mulher. Astrid Cabral, de Manaus (AM), conhecida por ser a escritora de uma linguagem plena, é outra poetisa que faz a diferença. Já Olga Savary, a poetisa de Belém (PA), mas carioca por adoção, é conhecida pela argúcia de seus versos imagéticos, capaz de encantar o leitor com sua poesia genuína, e a campo-grandense Raquel Naveira, famosa pelo livro “Sangue Português”, com sua poesia magistral revela nossas raízes lusitanas. Elas formam as cinco mentes brilhantes que abraçam uma variedade de temas e desafios pelos mares da complexidade poética.
 

BODAS DE ESMERALDA
Falando em Raquel Naveira, no domingo ela completou 40 anos de casada com Adhemar Naveira. Dessa união, o casal teve três filhos e duas netas. Pensando no amor inalterável do esposo para com a esposa, ela citou um verso de Salomão, em "Cantares": "Ó tu que habitas nos jardins, vem depressa, amado meu, e faze-te semelhante ao gamo ou ao filho dos corços sobre os montes dos aromas".

 

VAMOS?
Na quinta-feira, dia 19, às 10 horas, o comandante Militar do Oeste, general José Luiz Dias Freitas, realiza a solenidade alusiva ao Dia do Exército.
 

PALCO
Pedro Silva traz no Palácio Popular da Cultura, nos dias 12 e 13 de maio, a peça “Boca de Ouro”, escrita por Nelson Rodrigues e indicada por duas vezes ao Prêmio Shell de Teatro. No elenco, atores famosos como, Malvino Salvador, Lavínia Pannunzio, Mel Lisboa e Cláudio Fontana.
 

BOA IDEIA
Amanhã tem o II Seminário “O cidadão que devemos ser e a política que queremos ter”, realizado pelos vereadores da mesa diretora da Câmara Municipal de Campo Grande. Palestras com o superintendente da Polícia federal, Luciano Flores, o cientista político da UFMS, Tito Carlos Machado de Oliveira, a advogada Gysélle Saddi Tannous e o ator João Signorelli, famoso pelas inspirações em Ghandi - a ética inspiradora - prometem debater sobre um País melhor com políticos melhores.
 

PENSAMENTO DO DIA
Sou a alegria de quem me ama, a tristeza de quem me odeia e a preocupação de quem me inveja.
 

NA LEMBRANÇA
Se estivesse vivo, o economista e político Roberto de Oliveira Campos completaria hoje 101 anos. Cuiabano de nascimento, imortal da Academia Brasileira de Letras, ele faleceu em 2001, aos 84 anos, deixando uma extensa biografia na vida pública, tendo sido diplomata, professor e escritor. Roberto Campos participou ainda da criação do Banco Mundial e do FMI, foi ministro do Planejamento e criou importantes ferramentas econômicas do País, como o FGTS, o Banco Central e o BNDE, sucedido depois pelo BNDES. A frase que encerra a coluna de hoje é dele: "No mundo real dos Estados e dos Governos, quem gasta o dinheiro tirado de todos não é quem o ganha, e sim um político ou burocrata que, antes de mais nada, trata de servir aos seus próprios objetivos".

 

Divulgação

O ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann, e o senador Pedro Chaves dos Santos Filho

 

Fotos: Gabriel Santos

A arquiteta Tatiana Martins, o pecuarista Marcelo Rabelo e Maria Aparecida Gonçalves

 

A arquiteta Aline Bombardo e a advogada Carol Arruda

 

A bancária Eliza e o marido, pecuarista e diretor da Acrissul, Paulo Barbosa

 

A médica pediatra Deborá e o marido, empresário, José Thomaz

 

O secretário de Saúde do Estado, Carlos Alberto Coimbra, Carla Jallad, Flávio Magalhães e Denize Marinho

 

O delegado do Garras, Fábio Peró, e a esposa, dentista Bruna Peró

 

O bancário Carlos Vitoriano e a esposa, empresária, Lu Anache