fernandosoares_11-09-2017

Edições anteriores

POSSE NA ADEPOL-MS

 

 

Fotos: Gabriel Santos

Pense em gente feliz. Pessoas livres, leves e soltas. Descompromissadas com o minuto seguinte, querendo viver aquele instante. Dançar aquela música, dar aquele abraço, beber aquele drink, conversar com aquele amigo, e dizer "é muito bom estar aqui". Foi nesse clima a posse da nova diretoria da Associação dos Delegados de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, na semana passada, que terá a delegada Regina Márcia Mota como presidente da instituição, até 2019. Foi uma solenidade moderna, porque Regina misturou no mesmo ambiente posse e jantar, sem muito protocolo, deixando os convidados muito à vontade. Regina, em seu discurso, reafirmou os compromissos com a Associação e ressaltou que conhece as dificuldades, lutas e sonhos da Polícia Civil. “Inicio minha jornada como presidente com a árdua e prazerosa missão de enfrentar os desafios e obstáculos que se colocarem à nossa frente, buscando sempre o melhor resultado para a valorização da carreira de delegado de polícia. Temos objetivos ousados e ao mesmo tempo imprescindíveis para o êxito da Adepol no cumprimento de sua missão institucional. Nosso lema: trabalho e cooperação. Queremos congregar e atrair cada vez mais o associado a participar e se envolver com as discussões relevantes para a carreira”, disse, Regina. A Adepol completou recentemente 37 anos de fundação e pela primeira vez na história será comandada por uma mulher. Participaram do evento, o senador Pedro Chaves dos Santos Filho, o presidente da Adepol do Brasil, Carlos Eduardo Benito Jorge, os presidentes da Associação dos Delegados dos estados de Minas Gerais e do Ceará. A vice-governadora Rose Modesto, o secretário de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, o diretor-geral de

 

Carlos Eduardo Jorge, presidente da Adepol do Brasil, e seu vice-presidente e diretor-geral da Polícia Civil de MS, Marcelo Vargas

 

O advogado Paulo Tadeu Haendchen e a esposa Denise

 

Vera e o delegado Antônio Costa Mayer

 

O delegado da Receita Federal, Edson Ishikawa, e a esposa, Maria Augusta

 

As delegadas, Maria de Lourdes Cano e Marlúcia Sassaki

 

As delegadas, Marília Martins, Roseli Molina e Franciele Candotti

 

O secretário de Justiça e Segurança Pública de MS, José Carlos Barbosa, a presidente da Adepol, Regina Márcia Mota, e a vice-governadora Rose Modesto

 

Polícia Civil, Marcelo Vargas, e várias outras autoridades do Estado e do município, além de representantes de diferentes instituições de renome do estado, que também marcaram presença. A nova diretoria executiva traz também os delegados Márcio Custódio, como 1º vice-presidente, e Lupérsio Degerone Lúcio, na 2ª vice- presidência. Paulo Sérgio Lauretto, como 1º secretário, e Alexandra Favaro, como 2ª secretária. Os delegados Marcelo Renato Alonso, como 1º tesoureiro, e Alexandre Evangelista, como 2º tesoureiro. A noite terminou com as alegres cantorias do bluesman Zé Pretim, seguido do DJ Illa e da “Banda de Ontem”, sob um maravilhoso jantar regado a muitos escoceses e bons vinhos. Confira alguns flashes dessa grande noite...

 

O senador Pedro Chaves dos Santos Filho e a educadora Reni dos Santos

 

O presidente da OAB, Mansour Karmouch, e o respeitado advogado Vladimir Rossi

 

O pecuarista Arão Moraes e a esposa, Jussara

 

O secretário adjunto da Sejusp, delegado Carlos Videira, e a esposa, Adriana

 

O delegado Marcelo Renato Alonso e a esposa, Nadia

 

A médica Juliane e o marido, deputado federal, Elizeu Dionízio

     

ALÍVIO
O governador Reinaldo Azambuja, depois de ser acusado injustamente por um dos donos da JBS, Wesley Batista, de ter recebido propina em troca de benefícios fiscais, e vendo as recentes gravações do suposto esquema de pré-acordo para confessar os crimes da investigação da Operação Lava Jato, classificou os donos da JBS, de “fraudadores da República” e de mentirosos. Reinaldo está assistindo à prisão de Joesley Batista, depois que o empresário omitiu informações e, ainda, denunciou um monte de gente, sem prova nenhuma, para se livrar de uma pena de condenação de algo ilícito que fizeram. Aos poucos, a Justiça vem sendo feita, mostrando a verdadeira face de mentirosos, que um dos donos da JBS estava tentando esconder.
 

DUPLAS
O governador Reinaldo Azambuja tem se aproximado cada vez mais do prefeito da Capital, Marquinhos Trad. A ciumeira foi tamanha que fez o ex-governador André Puccinelli procurar o ex-prefeito Alcides Bernal.

 

RAPIDEZ
Mal a Petrobras anunciou o reajuste de 3,3% no preço do combustível, para os donos de postos correrem para as bombas e repassarem ao consumidor. Em poucos dias de setembro, com os dois aumentos anunciados, essa alta passa a acumular mais de 10%. O gás de cozinha também ficou 12,2% mais caro e o botijão de 13 quilos, pode chegar a R$ 76 em Campo Grande.
 

INSATISFEITA
O governo de Donald Trump está longe de ser o mais elogiado pelos americanos. Desta vez, foi a socialite Kim Kardashian quem não segurou as críticas ao político. Em entrevista à Harper’s Bazaar Arabia, revista que Kim estampa a capa de setembro, disse que até North West, de 4 anos, seria melhor. “Qualquer um faria um trabalho melhor. Até minha filha seria uma líder melhor”, disse. Pesado? Vem mais por aí! A bela disse que irá usar suas redes sociais para expor suas ideias e combater o governo de Trump. Eita!
 

ATUALIDADE
Presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, Rochedo e Corguinho, Ruy Fachini Filho desdobra-se para garantir à entidade e aos associados uma dinâmica de articulação e conhecimento na abordagem e no tratamento de desafios contemporâneos. A sustentabilidade da economia rural e a apropriação de tecnologia estão entre as prioridades que diferenciam a gestão de sua diretoria.
 

CARTAS NA MESA
O juiz federal Odilon de Oliveira não é a única promessa de novidade nas eleições de 2018. Há outras especulações e até movimentações apontando mais alternativas. Anotem aí nesse bojo os nomes da juíza Suzana Camargo Gomes e do presidente do Sistema Fiems, Sérgio Longen. Isto, num tabuleiro por onde já desfilam Ricardo Ayache, Waldeli Rosa e Pedro Chaves.

 

CEGONHAS
Enquanto André Emannuel e Tainá aguardam a chegada do primogênito, Vitório e Morena Ferreira Caballero continuam embriagados de felicidade desde a chegada de Beatriz, que veio alegrar ainda mais os dias do casal e da maninha, Maria Vitória.
 

SAMANTHA!
Mais uma série brasileira fará parte da lista de produções do Netflix. Trata-se de Samantha!, que será estrelada pela atriz Emanuelle Araújo. A bela interpretará a personagem que dá nome à série, uma ex-celebridade dos anos 80 que, para voltar ao centro das atenções, vai botar em prática planos mirabolantes. A protagonista é casada com um ex-presidiário e jogador de futebol, interpretado por Douglas Silva, e tem dois filhos, que serão vividos por Sabrina Nonato e Cauã Gonçalves. De acordo com o serviço de streaming, as gravações começaram nesta semana e a produção irá ao ar em 2018, com sete episódios e “participações especiais surpreendentes”.
 

NOS ENCANTA
Não há dúvidas de que o brasileiro é presença constante em Buenos Aires, certo? Prova disso foi esse feriado prolongado de 7 de setembro, onde a cor verde-amarela se espalhou ainda mais pela capital argentina. Segundo pesquisa da plataforma Booking.com, para os viajantes brasileiros, o principal motivo para visitar a cidade é "comida", seguido por "arquitetura" e "cultura". Além disso, Buenos Aires ocupa o primeiro lugar na lista de destinos mais reservados pelos brasileiros em viagens internacionais, no site, à frente de Santiago (Chile), Lisboa (Portugal), Montevidéu (Uruguai) e Roma (Itália).

 

ARRASOU
Quem marcou presença, e roubou a cena, no Festival de Cinema de Veneza, na Itália, foi Bruna Marquezine. A atriz brasileira não está em nenhum filme em cartaz, mas não passou despercebida pelo tapete vermelho. Bruna vestia um modelo transparente da grife italiana Alberta Ferretti. Os brincos de diamante foram da joalheria suíça Chopard e o relógio, também suíço, Jaeger-LeCoultre. O valor do look custou em média R$ 2 milhões. Arrasou!


OS 10 MAIS
A Forbes divulgou a lista dos 10 brasileiros mais ricos da atualidade. A sexta edição do ranking fez história, com 170 nomes valendo o equivalente - ou mais - a R$ 1 bilhão. Dentre os bilionários, Jorge Paulo Lemann, empresário que detém controle da AB Inbev, do fundo 3G Capital e da B2W, lidera a contagem, somando mais de R$ 95 bi em patrimônio. Seus sócios, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira, também emplacaram a listagem, em terceiro e quarto lugar, respectivamente. Com R$ 29 bi, Eduardo Saverin, co-criador do Facebook e investidor de startups, ocupa a quinta posição. A única mulher da lista é Maria Consuelo Leão Dias Blanco, octogenária presidente do conselho de administração do grupo M. Dias Blanco, que toma a sexta colocação da tabela.