fernandosoares_05-07-2017

Edições anteriores

Fotos: Gabriel Santos

O advogado Leonardo Duarte e o atuante procurador-geral de Justiça, Paulo Passos

 

Divina e o respeitado juiz federal Odilon de Oliveira

 

O pecuarista Alfredo Zamlutti Júnior e Sônia

 

O pecuarista Mauricio Strang e a esposa, Nayara Barbosa

 

A fisioterapeuta Fabíola Marcotti e o cirurgião cardíaco João Jasbik Neto

 

O publicitário Júnior e a esposa, Carol Pimentel

 

Gente que admiramos, Eliana e o desembargador Sérgio Martins

 

ECONOMIA
A Câmara Municipal de Bandeirantes, pela primeira vez na sua história, saiu na frente de todas as Câmaras de Mato Grosso do Sul, ao antecipar a primeira parcela do 13º dos servidores da casa.
 

VIXI!
Na minha avaliação, diante dos últimos acontecimentos na Capital da República, vejo o presidente Michel Temer terminando seu mandato, se conseguir, sem os braços e as pernas. Estão, todos, indo parar atrás das grades.

 

AQUI, NÃO!
O promotor de Justiça, Fábio Camilo da Silva, da comarca de Guarantã do Norte, a 721 km de Cuiabá, que se envolveu em três confusões em menos de 24 horas, tendo sido detido duas vezes, no Mato Grosso, após ser interceptado pela PM em razão de dirigir supostamente embriagado e desacatar os policiais, chegou a tentar a carreira de magistrado no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS). Ele passou nas duas primeiras fases do certame, em 2012, porém não foi aprovado na terceira, pois foi constatado que ele possuía antecedentes criminais e não poderia exercer a função de juiz.
 

PROBLEMAS
No BO, consta que ele ameaçou hóspedes de um hotel da cidade e, ainda, no dia seguinte, logo pela manhã, teria ido à sede de uma emissora de TV, em Guarantã do Norte, vestindo toga e uma cueca, dizendo que havia sido convocado para um júri, que alguém queria matá-lo e que estava sendo “perseguido pelo demônio”. Testemunhas relatam que o promotor estava visivelmente transtornado. Ele foi afastado de suas funções e segue internado no Hospital Regional de Sinop, onde permanece em isolamento na ala psiquiátrica.
 

REGISTRO: APAE
Em Campo Grande, a unidade da Apae, que completou 50 anos de existência no dia 10 de junho, teve como primeira presidente a professora Oliva Enciso. Hoje, presidida por Antonio José dos Santos Neto, é uma das instituições mais estruturadas para atender as pessoas com deficiência, dispondo de núcleos especializados em atendimento multidisciplinar de saúde, um Instituto de Pesquisa, Ensino e Diagnóstico (Iped), centros de educação especial e de reabilitação com oficina ortopédica. Em âmbito nacional, a Apae nasceu no Rio de Janeiro, no ano de 1954.
 

QUERIDA CHEF
Uma das mais incensadas aniversariantes de 25 de junho, a chef Dedê Cesco ainda sente o sabor da emoção que viveu com a homenagem prestada por alunos da Cozinha Experimental do Comper e habitués do estabelecimento.
 

INVESTIDURA
Aos 38 anos, o advogado e conselheiro da OAB-MS, Juliano Tanus, encara a desafiadora missão, após ser nomeado pelo presidente Michel Temer, para a função de juiz substituto no Tribunal Regional Eleitoral (TRER-MS). Está substituindo a juíza Lauane Braz Andrekowisk Volpe Camargo num dos períodos mais emblemáticos da magistratura brasileira, face às demandas de corrupção eleitoral. Só irá atuar no TRE quando um de seus membros precisar se ausentar.
 

ONDA
Com a legalização do casamento gay pelo parlamento alemão, sobe, e muito, a temperatura nervosa que marca o temor por retaliações violentas de grupos extremistas em atuação na Europa.
 

TEMPERO PESSOAL
Dia desses, dois experientes assessores políticos comentavam como seria se na Assembleia Legislativa de hoje estivessem alguns deputados polêmicos de ontem, entre eles os corumbaenses Armando Anache e Jesus Gaeta. Eram, de fato, singulares, cada um a seu modo, ambos muito espirituosos. Decanos e octagenários, atentos ao cenário político, Armando Anache e Jesus Gaeta continuam dando seus petiços aos interessados.
 

TEMPERO PESSOAL II
O ex-deputado Armando Anache mora no Rio de Janeiro e seu contemporâneo Jesus Gaeta, em Cuiabá. Este último, por sinal, mantém pontiagudas e contundentes as setas de sua verborragia, até dando vazão a frases preconceituosas, como fez ao afirmar que o ex-presidente Lula só não roubou mais “por falta de dedos” ou ao publicar em seu perfil nas mídias sociais um poema em que, à guisa de elogio, rotula o juiz Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF, como um “negro de alma branca”.

 

PRÓS E CONTRAS
O acidente no final de semana, protagonizado pela jornalista Jaqueline Naujorks Manzeppe, apresentadora da TV Morena, rende um tema oportuno para a categoria. A profissão cria esta armadilha aos profissionais: de um lado, a obrigação de informar o público; e de outro, os sentimentos afetivos e corporativistas à flor da pele. A maioria dos órgãos de imprensa que deram a notícia no dia seguinte ao do acidente omitiu o nome da jornalista que, segundo a Polícia, atropelou um motociclista, não quis fazer o teste de alcoolemia, estava com a CNH vencida e dirigia um veículo com licenciamento atrasado. A moça desmente essa versão.

 

Reprodução

LOOK SELECIONADO
Já dizia o ditado: por trás de um grande homem, há uma grande mulher! A prova disso é Emmanuel Macron, presidente da França. Apesar de comandar o País, quem manda em seu guarda-roupa é sua mulher, Brigitte Macron. O próprio político revelou o detalhe em uma entrevista para a revista “Madame”, do jornal “Le Figaro”. Apesar do alto escalão, Emmanuel prefere trajes mais simples. Seus ternos são comprados na Jonas & Cie. da rue d’Aboukir, na região central de Paris e custam em torno de € 340 (R$ 1.281).